OBRA 7   •  Separação e filtração em sistema de drenagem no gramado do Maracanã

DESCRIÇÃO DA OBRA ––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––

Escolhida como uma das sedes da Copa das Confederações e do Mundo, o Maracanã passou por reformas para oferecer mais conforto, segurança e visibilidade ao torcedor. Por exigência da FIFA, os estádios-sede dos jogos necessitaram instalar um novo sistema de drenagem à vácuo, para garantir o rápido escoamento da água de chuva. Porém, no caso do Maracanã, este dispositivo não foi possível ser instalado. O principal fator que inviabilizou o uso da drenagem à vácuo foi o nível do lençol freático, que se encontrava a 90cm abaixo do gramado, sendo que o dispositivo exigia a instalação a 1,5m de profundidade. Este fator aumentaria mais ainda o custo da obra. Devido a este problema, o sistema de drenagem escolhido foi a espinha de peixe, em que consiste na implantação de trincheiras drenantes de brita revestidas com geotêxtil nãotecido. Embora seja uma solução tradicional, a sua capacidade de vazão foi potencializada, com capacidade de absorver 230 mililitros de chuva por hora, que é o dobro dos meses mais chuvosos. Esta potencialização foi possível com a redução da distância entre as trincheiras e com a duplicação do diâmetro dos tubos drenos.

SOLUÇÕES
––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––

O geotêxtil atuou como elemento de filtração, permitindo um escoamento rápido da água, ao mesmo tempo em que evita o carreamento de partículas para o interior do dreno. Como elemento de separação, evitou a mistura de dois materiais preservando as suas características originais.

RESULTADO
––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––

Maior velocidade de execução da obra, eficiência do sistema drenante ao longo do tempo, preservação das características originais de materiais adjacentes, independente da localização do nível do lençol freático.

PRODUTO: Manta geotêxtil nãotecido de filamentos contínuos 100% poliéster com resistência à tração longitudinal mínima de 14kN/m e tração transversal mínima de 12kN/m.

APLICAÇÃO: Necessidade de um sistema drenante eficiente do campo de futebol para evitar o acúmulo de água superficial em épocas de chuva, que prejudica os jogos e o crescimento do gramado. Além disso, as características locais inviabilizava a instalação da drenagem à vácuo recomendada pela FIFA.

LOCAL: Estádio do Maracanã – Rio de Janeiro, RJ

DATA: Julho de 2013

GALERIA DE FOTOS
- clique para ampliar -





 

- Empresas integrantes -

Bidim | | Cipatex | Fabritech
             
| Maccaferri | |
             
Roma | Sansuy | Santa Fé |